Fale conosco pelo WhatsApp

O que causa hérnia?

Homem sofre com dores sem saber o que causa hérnia
06jun, 2019

Segundo a Sociedade Brasileira de Hérnia e Parede Abdominal (SBH), a hérnia atinge de 20% a 25% da população adulta brasileira. Sendo assim, esclarecer o que causa hérnia é fundamental para auxiliar na prevenção e redução do número de casos no país.

Além disso, saber o que causa hérnia pode ajudar o indivíduo a buscar o tratamento que trará a melhora do quadro clínico, assim como, ter acesso a formas de evitar o surgimento de nova hérnia.

Confira a seguir as informações cedidas pelos médicos da clínica Hérnia Care, todos especialistas no tratamento da doença, acerca das causas de hérnias no abdome.

O que é hérnia?

A hérnia é o resultado de uma abertura na parede abdominal que faz com que partes do intestino ou de outros órgãos se projetem para fora por meio desse orifício adquirido com o passar dos anos, ou natural do organismo do paciente. Na região do abdômen, a hérnia pode surgir na virilha, ou no umbigo, por exemplo.

Essa condição pode não desencadear sintomas. Em outros casos, a hérnia vem acompanhada de dores durante o esforço ou de um abaulamento na região.

O que pode causar hérnia?

O ponto de partida para entender o que causa hérnia na barriga é descobrir como ela se forma. Os órgãos da cavidade abdominal (intestino, fígado, estômago, entre outros) ficam protegidos por camadas de tecidos, músculos e pele. A hérnia acontece quando ocorre um enfraquecimento desses tecidos, seja por um problema congênito ou por fatores como:

•             Doenças do colágeno;

•             Gravidez;

•             Esforço extremo;

•             Exercícios físicos intensos na região do abdômen;

•             Tosse excessiva;

•             Tabagismo.

É importante ressaltar que a hérnia pode aparecer em qualquer fase da vida, sobretudo quando a camada responsável por revestir os órgãos abdominais não fecha corretamente durante a gestação. Isso é o que causa hérnia em bebês e crianças, por exemplo.

Quais são os tipos mais comuns de hérnia na parede abdominal?

A hérnia abdominal pode receber uma variedade de definições, sendo que os principais tipos são:

  • Hérnia Umbilical: é o mais comum de todos e ocorre, geralmente, por conta do não fechamento correto da parede abdominal ao redor do umbigo.
  • Hérnia Incisional: quando a cicatriz de um procedimento cirúrgico na cavidade abdominal apresenta fraqueza e se rompe.
  • Hérnia Epigástrica: quando a hérnia aparece na linha média do abdômen, conhecida como Linha Alba. É semelhante à umbilical, porém, ela se manifesta acima do umbigo.
  • Hérnia Inguinal: quando algum órgão ou gordura sai da cavidade abdominal e avança para o canal inguinal na região da virilha. É mais frequente em homens, sendo que a estimativa é que 30% da população masculina pode vir a desenvolver um quadro de hérnia inguinal ao longo da vida.

Como é o diagnóstico de hérnia?

O diagnóstico é realizado por meio do exame físico. O médico poderá solicitar exames mais detalhados – como a tomografia ou ultrassom – para investigar o que causa hérnia de cada paciente com maior profundidade.

O profissional mais indicado para fazer essa avaliação é o cirurgião geral ou cirurgião do aparelho digestivo. O médico especializado no tratamento de hérnias é capaz de oferecer um atendimento eficaz e tratar desde casos simples até casos complexos. 

Quais são os tratamentos para hérnia?

A hérnia possui uma única forma de tratamento: o procedimento cirúrgico. No entanto, a técnica utilizada será definida apenas em consultório, tendo como base o histórico clínico do paciente, além do tamanho e características da hérnia. Outro ponto considerado pelo cirurgião é saber o que causou a hérnia.

Por esse motivo, além de compreender o que causa hérnia no paciente, o médico especialista também avaliará a gravidade e a urgência do caso. Afinal, se o órgão herniado não receber o suprimento sanguíneo adequado poderá evoluir para um estágio mais grave, como o estrangulamento da hérnia.

Os diferentes tipos e sintomas da hérnia abdominal são cruciais para fazer um diagnóstico mais preciso. Portanto, saber o que causa hérnia auxiliará na busca de um especialista em tempo hábil, aumentando, assim, as chances de sucesso no tratamento.

Fonte: Ministério da Saúde;

Sociedade Brasileira de Hérnia e Parede Abdominal (SBH);

Hospital Sírio-Libanês;

Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Deixe uma resposta